Kit “família segundo o coração de Deus”.

O ministério da educação tem envidado diligência e investimentos na experiência de desenvolver alunos da rede pública de nosso país, através de um kit chamado “escola sem homofobia”, cujo desígnio é condenar a violência contra os homossexuais nas escolas públicas do país.  Diante desta atitude do ministério da educação, os pais cristãos, que persistem na peregrinação por este mundo, precisam ficar em alerta, quanto às missivas enunciadas pela sociedade que propendem de alguma forma, tomar parte na catequização dos nossos filhos.

Lembremos que através das Sagradas Escrituras, nós recebemos de Deus, os princípios essenciais para treinar nossos filhos em todas as áreas da vida (inclusive na educação sexual), sendo que a reunião destes princípios forma um conjunto de normas, que titularei de kit “família segundo o coração de Deus”. Para aplicar este kit é preciso considerar alguns pontos básicos, a saber:

O material de trabalho. O kit da família segue o livro texto antigo e ao mesmo tempo atual – a Bíblia Sagrada. Por meio dela, o Senhor oferece gratuitamente tudo o que precisamos saber para instruir nossos filhos quanto à educação sexual e as demais áreas da vida. (2 Tm 3.15)

A mensagem. Existem de fato muitos preconceitos quando o assunto envolve sexualidade, contudo, de forma clara, a Escritura expõe e aborda estas demandas indicando o arquétipo da criação como padrão para a constituição da família e dos relacionamentos íntimos entre um homem e uma mulher. De acordo com o testemunho das Escrituras, a sexualidade humana alcança seu sentido pleno e nobre, quando todo o erotismo entre um homem e uma mulher se transforma num compromisso de amor, onde ambos se tornam uma só carne e assim forma de fato e de verdade uma família. A mensagem cristã, também nos desafia a respeitar o nosso semelhante, pois a imagem e semelhança de Deus estão dentro deles, por isso independente de cor, raça, gênero ou opção sexual devemos agir com amor, lamentado e protestando contra a violência humana. (Gn 1.27-28)

O ambiente pedagógico. O lugar para aplicar o kit família é a vida como lugar existencial de toda a prática de nossa fé, mas é no ambiente da família que pontualmente pais e filhos devem reunir pelos menos uma vez por semana para ler a Escritura, orar e prover o aconselhamento aos pequenos. Debaixo da orientação do Senhor, ouvindo sua Palavra, o pai e mãe, devem abril um canal de diálogo com os seus filhos para tratar de todas as áreas da vida e da formação cristã. Nessa agenda de diálogo questões sexuais devem ser tratadas com clareza bíblica, em compromisso sincero de amor e compreensão. (Dt 6.6-7; Ef 6.4)

Os pais como educadores. Os pais nesse projeto divino são os instrumentos para a educação sexual no lar. Cabe aos pais serem verdadeiros modelo de amor conjugal a luz da piedade cristã. Pais segundo o coração de Deus educam seus filhos com a vida conjugal sólida e com o testemunho verdadeiro da fé. Os pais têm a tarefa de prover na vida, um genuíno modelo de relacionamento conjugal, segundo o coração de Deus, para que os filhos aprendam com o testemunho bíblico e com o testemunho de vida dos pais. (Pv 6.20)

Diante do que foi exposto pastoralmente conclamo aos irmãos e as irmãs para que comecem a aplicar urgentemente este kit da família cristã dentro do seu lar, e ainda que existam pressões da sociedade contra a família, sabemos e confiamos na promessa do Evangelho que afirma: “Filhinhos, vós sois de Deus e tendes vencido os falsos profetas, porque maior é aquele que está em vós do que aquele que está no mundo.” (1 João 4:4, RA)

Rev. Francisco Macena da Costa.

Cambeba, 20 de maio de 2011.

Fortaleza – CE.

Anúncios